05/03/2014

Sobre artes e artistas

“Quanto menor o artista, e quanto mais estreita for sua visão, e quanto mais vulgar for seu vocabulário, e quanto mais familiares forem suas imagens; mais facilmente ele será reconhecido como líder. Para ser aceito e admirado, ele precisa dizer o que todos nós sabemos, mas não nos dizemos, até enjoar, e dizer de forma simples e em linguagem clara, com um pouco mais de ênfase e eloquência do que estamos acostumados a ouvir; e ele deve nos agradar e lisonjear no que diz, acalmar nossos medos e estimular nossas esperanças e nossa auto-estima. Quando um artista — seja em astronomia como Copérnico, antropologia como Ibsen, ou anatomia como Darwin - seleciona um conjunto de fatos grande demais, recôndito demais, ou “lamentável” demais para receber aquiescência imediata de todos; quando ele apresenta conclusões que conflitam com a crença ou o preconceito popular; quando emprega uma linguagem que não é de regra inteligível a todos; nesses casos ele deve se contentar em atingir a poucos. Ele deve esperar até que o mundo acorde para o valor de seu trabalho. Quanto maior ele for, mais individual e menos inteligível parecerá ser, ainda que na realidade seja mais universal e mais simples do que qualquer um. Ele deve ser indiferente a qualquer coisa que não seja a sua própria integridade na realização e imaginação de si mesmo.”


ALEISTER CROWLEY
(trad. Johann Heyss)

28/11/2013

O mapa numerológico natal completo de Madonna

Em O livro dos números apresento o mapa numerológico completo e os trânsitos da popstar Madonna, os quais reproduzo atualizados neste post. Na época em que o livro foi escrito, eu não tive acesso a uma importante informação: o nome completo original de Madonna, o nome de registro, é Madonna Louise Ciccone. Contudo, quando ela passou pela cerimônia de confirmação de batismo na Igreja Católica (um ritual pouco comum e em desuso atualmente), ganhou mais um nome, Veronica, e passou a se chamar Madonna Louise Veronica Ciccone. Como a numerologia trabalha sempre com o nome original de registro da pessoa, foi descartado o nome Veronica. Sendo assim, o mapa que está no livro está incorreto, e aqui está a retificação. Vamos primeiro aos cálculos, e em seguida à interpretação.

nome completo  MADONNA LOUISE CICCONE
data de nascimento  16.8.1958

A personalidade:
interior 51/6     desafio 4
exterior 36/9     desafio 1
síntese 87/15/6    desafio 5
livre-arbítrio 26/8      desafio 3
          2o. livre arbítrio 27/9
essência 6          equilíbrio 10/1
dharma 2069/17/8    karma 2136/12/3

Arquétipos do nome:
gráfico do nome
um: 3  / dois: - / três: 5
quatro: 2 / cinco: 3  / seis: 3
sete: - / oito:- / nove: 2
ego: 8 - parceria: 8 - generosidade: 2
criatividade: 5 - impulsividade:  3 - decisão: 10/1

Informação adicional:
arcano do tarô: A Imperatriz
primeiro desafio: 1               segundo desafio: 15/6
desafio maior: 14/5

Períodos da Vida:

I. destino 20/2  ciclo 08 pináculo 24/6

(de O a 26 anos de idade)
II. destino 20/2  ciclo  16/7 pináculo 24/6
(de 26 a 34 anos de idade)
III. destino 20/2   ciclo 16/7 pináculo 1974 /21/3
(de 34 a 43 anos de idade)
IV. destino 20/2   ciclo 16/7 pináculo 1998/27/9
(de 43 a 52 anos de idade)
V. destino 20/2  ciclo 23/5 pináculo 1966 / 22
(de  52 anos em diante)

Os Trânsitos
  
   datas   *   idade    *     trânsito de letras     *       essência     *    ano pessoal
16.08.1958    00            M  * L  *  C             10/1               20/2
16.08.1959    01            M  * L  *  C             10/1                21/3
16.08.1960    02            M  * L  *  C             10/1                22
16.08.1961    03            M  * O  *  I              19/1                23/5
16.08.1962    04            A   * O  *  I              16/7                24/6
16.08.1963    05            D   * O  *  I              19/1                25/7     
16.08.1964    06            D  *  O  *  I              19/1                26/8
16.08.1965    07            D  *  O  *  I              19/1               27/9
16.08.1966    08            D  *  O  *  I              19/1               19/1
16.08.1967    09            O  *  U  *  I              18/9               20/2
16.08.1968    10            O  *  U  *  I              18/9               21/3
16.08.1969    11            O  *  U  *  I              18/9               22
16.08.1970    12            O  *  I   *  C              21/3               23/5
16.08.1971    13            O  *  I   *  C              21/3               24/6
16.08.1972    14            O  *  I   *  C              21/3               25/7
16.08.1973    15            N  *  I  *   C              17/8               26/8
16.08.1974    16            N  *  I  *   C              17/8               27/9
16.08.1975    17            N  *  I  *   C              17/8                 28/1
16.08.1976    18            N  *  I  *   O              20/2                  2
16.08.1977    19            N  *  I  *  O              20/2                  3
16.08.1978    20            N  *  I *   O              20/2                  4
16.08.1979    21            N  *  S  * O             12/3                   5
16.08.1980    22            N  *  E  * O             16/7                   6
16.08.1981    23            N  *  E *  O             16/7                   7
16.08.1982    24            N  *  E *  N              15/6                   8
16.08.1983    25            A  *  E *  N              11                       9
16.08.1984    26            M  *  E *  N              14/5                  10/1
16.08.1985    27            M  *  L *  N              12/3                  11
16.08.1986    28            M  *  L *  N              12/3                  3
16.08.1987    29            M  *  L *   E              12/3                 4
16.08.1988    30            A  *  O  *  E              12/3                 5 
16.08.1989    31             D  *  O  * E              17/8                 6
16.08.1990    32             D  *  O  * E              15/6                 7
16.08.1991    33             D  *  O  * E              15/6                 8
16.08.1992    34             D  *  O  * C              13/4                 9
16.08.1993    35             O  *  O  * C              15/6                10/1
16.08.1994    36             O  *  U  * C              12/3                 11
16.08.1995    37             O  *  U  * I                18/9                12/3
16.08.1996    38             O  *  U  *  I               18/9                 4
16.08.1997    39             O  *  I   *  I               24/6                 5
16.08.1998    40             O  *  I   *  I               24/6                 6 
16.08.1999    41             N  *  I   *  I               23/5                  7
16.08.2000    42              N *   I  *  I                23/5                  8 
16.08.2001    43              N  *  I  *  I                23/5                  9
16.08.2002    44              N  *  I  *  I                23/5                 10/1 
16.08.2003    45              N  *  I  *  I                23/5                 11
16.08.2004    46              N  *  I  *  C               17/8                 12/3
16.08.2005    47              N  *  I  *  C                17/8                 13/4
16.08.2006    48              N  *  S *  C                9                        5
16.08.2007    49              N  *  E *  C                13/4                    6
16.08.2008    50              N  * E  *  C                13/4                    7
16.08.2009    51              A  *  E  *  C                  9                      8
16.08.2010    52              D  *  E  *  O                15/6                  9
16.08.2011    53              D  *  E  *  O                15/6                  10/1
16.08.2012    54              D  *  L   * O                13/4                   11
16.08.2013    55              D  *  L   * O                13/4                   12/3
16.08.2014    55              O  *  L   * O                15/6                   13/4
16.08.2015    56              O  *  O   * O               18/9                    5
16.08.2016    57              O  *  O  *  N                17/8                   6
    16.08.2017    58              O  *  O   * N                17/8                   7

         Comentários e dados biográficos:

·       O número 6 da Personalidade Interior é um símbolo de emoção na posição do mapa numerológico que analisa o emocional da pessoa. Sendo assim, dá para concluir que, como mãe, filha, esposa, irmã e amiga próxima, Madonna é uma pessoa extremamente passional, fogosa, intensa. Talvez por isso seus cinco irmãos e irmãs costumavam chamá-la de “A Boca” quando criança: ela vivia gritando por atenção e demonstrando certa carência afetiva. Como amante, deve ser bem passional, sedutora e ciumenta; como filha, dramática e apegada; como mãe, a típica mãezona; como amiga, o protótipo da amiga do peito. Pode ser muito grata, mas também muito rancorosa, implicante e agressiva-passiva. Mas estes são aspectos de sua personalidade que apenas os verdadeiramente íntimos conhecem, não é algo que faça parte de sua vida pública  apesar de ser possível perceber nas letras de suas músicas todos os traços de personalidade citados. O desafio 4 indica a presença de uma voz moralista em seu lado afetivo, e ela já declarou que tudo o que fez, mesmo em seus momentos mais rebeldes, no fundo tinha como objetivo chamar a atenção de seu pai.
·       
      O número 9 que Madonna traz na Personalidade Exterior (que representa aquilo que a pessoa é/expressa na vida social, pública e profissional) indica exagero, rapidez, popularidade e comunicação plena, deixando claro que se trata do mapa de uma pessoa ávida por atenção. O número 9 também representa capacidade de multiplicação, e Madonna muda de visual constantemente, além de sempre experimentar novas formas de se expressar. Sua vida profissional é intensa, variada, veloz, surpreendente e grandiosa, adjetivos e características que se encaixam perfeitamente com o arquétipo do número 9. O desafio 1 mostra que a liderança que ela exerce é fruto de luta e conquista, não é algo inato.
·       
      O número 6, além de ser símbolo de profunda afetividade e intenso apego, é também um dos três números mais fortes em termos de comunicabilidade e criatividade (os outros dois são os números 3 e 9). Isto por si só já se conecta ao fato de ela ser artista, mas o arquétipo 6 indica também uma preocupação com a popularidade (preocupação esta que também é típica do número 9 que Madonna traz na Personalidade Exterior). Então o fato de ela ser uma entertainer antes de qualquer coisa faz sentido  ela precisa da aprovação e participação do grande público para validar sua comunicação (Síntese 6), e o céu é o limite (Exterior 9). Ao contrário do que possa parecer, Madonna não é essencialmente uma businesswoman gélida. Seu mapa numerológico sugere que seu sucesso sem precedentes é fruto de intuição, feeling e necessidade de se comunicar com o mundo inteiro, literalmente. O sucesso comercial e a riqueza são muito bem vindos, naturalmente, mas o processo que os desencadeia não é um processo frio e cerebral, mas instintivo e emocional. Além disso, o número 6 representa a pessoa que segue pelos caminhos oficiais da sociedade  e Madonna sempre foi excelente aluna na escola, além de trabalhadora disciplinada, rigorosa e dedicada. A origem do número 6 da Síntese é 15, o que enfatiza o aspecto mais forte, mais ambicioso e mais predador do número  o arquétipo de 6 representa a mãezona e uma pessoa preocupada com a sociedade e com a espiritualidade, mas o número 15 desmente qualquer fragilidade sugerida pela condição par/yin do número 6. 

      A maternidade é uma das características que definem Madonna. A primeira filha, Lourdes, serviu de inspiração para sua música no disco Ray of Light e catapultou um processo de maior elaboração da mente e refinamento de seus interesses. Pouco tempo após o nascimento de Lourdes, Madonna se separou do pai da menina. No ano 2000 começou um relacionamento com o cineasta inglês Guy Pearce, com quem se casou no ano seguinte  e se mudou para a Inglaterra. Com Pearce ela teve Rocco, o segundo filho, e adotou o terceiro, David. O casamento durou oito anos, e no final Madonna voltou a morar nos Estados Unidos. Já sozinha, adotou ainda uma quarta criança, uma menina chamada Mercy.

    Mesmo não sendo sua principal fonte de sucesso, é claro que o senso comercial faz parte da estratégia de Madonna. Seu livre-arbítrio 26/8 indica que suas escolhas costumam ser guiadas por este senso. Alguns chamariam isto oportunismo, mas é essencial para o arquétipo 8 tornar tudo parte do negócio. O 2o. livre-arbítrio (27/9) representa um impulso a mais na já obsessiva personalidade da cantora -- o que se relaciona claramente com sua dedicação extrema aos exercícios físicos: Madonna tem um preparo físico de atleta. Sua maior ambição (essência 6) confirma e endossa mais uma vez a importância da família em sua vida. Madonna tem quatro filhos, cinco irmãos, já foi casada duas vezes e seus relacionamentos costumam ser longos. Estabilidade afetiva e uma família sólida são valores essenciais para ela.

     Seu equilíbrio (10/1) se dá ao exercer liderança, autoridade, ao servir de guia, ao desbravar caminhos. Ser a primeira, a vencedora, a maior, ser um ícone, tudo isso é fonte de equilíbrio para que Madonna possa exercer seu lado familiar, afetivo e espiritual. É provável que ela muitas vezes abuse de sua autoridade e força sem sequer perceber. Uma vez ela disse em uma entrevista à revista Vanity Fair que “se a pessoa não sente que morre caso não faça algo, melhor não fazer”, o que se vincula à necessidade de estar sempre ativa que é típica do número 1.

     Pelo gráfico do nome é possível notar que parece muito emocionante  no sentido do inesperado —, mas um tanto difícil lidar com Madonna. Ela não tem números 8 no gráfico do nome – uma ironia para alguém conhecida como a material girl –, confirmando que sua aptidão de mulher de negócios vem mais de seus esforços (livre-arbítrio) que de seu talento natural: é algo que se desenvolveu através da experiência e necessidade, não uma qualidade inata, como já observamos antes. A ausência de 7 reflete uma grande dificuldade em estar só, e também certa resistência à religião  apesar de ela ter se aproximado de algo próximo à religião a partir dos quarenta anos: a Cabala. Madonna não é uma personalidade naturalmente feita para aceitar regras externas sobre sua própria vida. O que a fascina é o ritual e o simbolismo. Uma grande quantidade de números 3 apenas reafirma o quanto ela é ligada a tudo que este número representa e que está estampado em sua trajetória pública: espontaneidade, bom-humor, travessura, criatividade, entretenimento, infantilidade, jovialidade. Madonna é o verdadeiro retrato da Imperatriz do tarô: uma mulher que domina através da beleza e da feminilidade.

        A mãe de Madonna faleceu em 1963, aos 30 anos de idade. A pequena Madonna estava passando por um encontro dos números 16/7 e 24/6, geralmente anunciadores de experiências duras. Houve desajuste familiar e trauma quando o pai se casou de novo  ela e a madrasta, com quem nunca se deu muito bem, especialmente durante a adolescência. Aos 8 anos a conjunção de números 19/1 indica confronto e conflito com autoridade. Entre os 16 e 20 anos, se torna independente (atenção para os números 17/8, 18/1 e 27/9 em trânsito). Entre os 24 e 25 anos as coisas começaram a acontecer com suas músicas e sua carreira deslanchou em meio a muita competição e luta pelo sucesso  número 6, 8, 9 e 11. Entre os 26 e 34 anos de idade Madonna viveu um período de crescimento profissional permeado por medo e insegurança. Há indícios de que, por detrás do ofuscante sucesso havia certa melancolia, pois ela já declarou em uma entrevista à MTV, promovendo seu vídeo para Take a Bow, que até os 33 anos de idade viveu na sombra da ameaça de câncer do seio, como ocorreu à sua mãe nessa idade. A sombra só se desfez quando ela completou 34 anos e viu que nada acontecera.

      Aos 28 anos a conjunção de números 3 indica grande potencial de sucesso e expansão na carreira artística. Entre 1987 e 1988 houve mudanças radicais no campo da estabilidade afetiva  números 3, 4 e 5. Transformação de estável em mutável. Neste período, Madonna se casou e se divorciou de Sean Penn – o fim de um relacionamento controverso. Entre seus 32 e 35 anos de idade, quando havia um confronto de números incompatíveis como 4 e 9, 6 e 7 e 6 e8, ocorreu sua fase emocional mais controversa e sombria, o que refletiu em seu trabalho: um disco sensual e um tanto agressivo para os padrões da música pop (Erotica), um livro (Sex) de fotografias eróticas, uma turnê repleta de cenas consideradas escandalosas (The Girlie Show) e um filme (Body of Evidence) no qual que interpretava uma vilã mortal que usava o corpo às ultimas conseqüências. Parecia que ela estava fazendo uma catarse de suas próprias qlipoth, bem como projetando as de seu público. Ganhou o papel de Evita Perón no cinema durante um ano pessoal 1  momento de recomeço e conquista  após batalhar pelo papel com várias atrizes famosas e competentes. Acabou sendo premiada o Globo de Ouro de melhor atriz – grande feito para quem nunca foi levada a sério como atriz antes, e nem depois, a bem verdade. Aos 38 anos de idade, logo após finalizar seu trabalho no filme Evita, durante o ano pessoal 4, deu à luz a filha Lourdes. Lançou novo disco, Ray of Light, cheio de referências new age e indianas, trilhando um caminho estético que misturava tecnologia e meditação. Transformou-se de material girl em estudante de cabala  o logotipo de sua turnê Drowned World é nada menos que a Árvore da Vida  e praticante de yoga. Entre 1997 e 2003 a conjunção de letras I indica muito estresse, agitação, ansiedade. Foi neste momento que Madonna se aprofundou nos estudos da cabala, o que possivelmente funcionou como válvula de escape e terapia.

      Em 2000, durante o ano pessoal 8, ela deu à luz o filho Rocco e se casou com o cineasta inglês Guy Ritchie. Após os sustos de 2001 (a cantora chegou a suspender apresentações de sua turnê nos Estados Unidos devido aos ataques de 11 de setembro) Madonna parecia estar em recolhimento – ou seja, preparando algo para surpreender o público. E de lá para cá ela se tornou também escritora de livros infantis (cinco títulos lançados, naturalmente, todos best-sellers), diretora de cinema (dirigiu dois filmes até agora  estamos em 2013) e dona de uma rede de academias de ginástica chamada Hard Candy. Para não perder o hábito, emendou uma turnê mundial mais lucrativa e ambiciosa do que a outra. Como já foi citado, o número 6 e o número 9, ambos fortes no mapa de Madonna, sugerem grande consciência social, e ela de fato é uma ativa filantropa e ativista de causas como os direitos humanos, dos homossexuais, das mulheres, das crianças e da liberdade de expressão. Há quem diga que tudo não passa de autopromoção, mas, tomando por base seu mapa numerológico, eu diria que a intenção é sincera.

      Aí um dos leitores ou leitoras pode se perguntar se esta análise não estaria influenciada pela imagem pública de Madonna, e eu respondo: claro que sim  até certo ponto. Claro que a imagem pública de uma pessoa depende exclusivamente da ótica de cada um, da maneira como cada indivíduo enxerga o outro. Por outro lado, ao interpretar o mapa é preciso fazer um exercício intenso de imparcialidade. Qualquer impressão que se tenha de uma pessoa antes ou durante a interpretação de seu mapa deve ser  no limite do possível  abafada em favor de maior concentração no simbolismo de cada número e de cada posição do mapa, e suas correlações.

      Finalizando, cabe dizer também que os cálculos do mapa numerológico natal estão todos aí, mas a interpretação completa de um mapa vai além do que se pode colocar em texto. A interpretação de um mapa é algo que se expressa plenamente falando, não escrevendo  quer dizer, seria possível interpretar o mapa de uma vida inteira com palavras, mas aí seria o mesmo que escrever uma biografia completa, um livro; não caberia em um post. O que eu apresento aqui são observações sobre conexões importantes entre o mapa de Madonna e o que se conhece de sua biografia, ou seja, um ponto de partida para uma interpretação mais elaborada.
  
(c) Johann Heyss




15/11/2013

O número da sua casa ou apartamento

O lugar em que moramos tem certa influência em nossas vidas e no nosso comportamento. Por sua vez, o número do edifício ou casa em que moramos e se for edifício, em combinação com o número do apartamento – traduz o ambiente da residência, o tipo de pessoas que atrai por sintonia e como as coisas tendem a se desenrolar debaixo deste teto. Vejamos o significado de cada número, lembrando que, se você mora numa casa de número 18, deve consultar o número 9 (1 + 8 = 9). Se mora em um edifício de número 50, apartamento 201, interpretará o número 5 como sendo a vibração do edifício como um todo (incluindo aí a relação dos vizinhos entre si) e o número 3 como sendo a vibração particular do apartamento, observando também a combinação entre os números, se compatíveis ou incompatíveis.
  
Residência 1 – Lugar onde uma liderança impera claramente. Bom para moradia de solteiros, de indivíduos que dividem apartamento/casa, ou mesmo de famílias bem estruturadas. Não é aconchegante para casais e nem particularmente divertido para crianças, mas pode ser funcional para famílias. Tende a ser um lugar quente, ou com pouca umidade.

Residência 2 – Por sua vez, este é o local perfeito para casais, enquanto que solteiros tendem a sofrer de certa solidão ao viver neste imóvel. Se for localizado perto do mar ou de um rio, tanto melhor (contanto que o imóvel não se encontre sobre qualquer correnteza ou lago subterrâneo). Pode haver problemas com a água, caso ela não estiver presente em forma de piscina, ou mesmo fotos de lagos e mares estas presenças reais ou simbólicas de água equilibram o ambiente e o harmonizam com o número 2.

Residência 3 – Lugar propício a ser visitado por pessoas amigas e alegres, favorece a criatividade, harmoniza—se com crianças e jovens. Costuma ser um imóvel arejado, e para quem busca tranqüilidade não é o ideal. Mas se o objetivo é uma casa alegre, convidativa, que atraia as pessoas, o número é favorável. Por outro lado, pessoas de temperamento mais meditativo ou que precisem de sossego e recolhimento para estudar ou trabalhar (a não ser que seja um assunto relacionado a artes)  devem procurar outro imóvel.

Residência 4 – Lugar indicado ao trabalho, bom para pessoas laboriosas, tradicionalistas, estáveis. Tendência a poucas mudanças, imóvel próprio ou alugado por longo tempo. O ambiente transmite segurança e solidez para algumas pessoas, ao passo que para outras pode ser sufocante e tedioso. Falta um pouco de senso estético ao local, mas o estilo rústico acaba lhe caindo bem, pois funcionalidade e praticidade são os fatores principais.

Residência 5 – Esta residência atrai grande variedade de pessoas, e quem nela mora sente um fluxo de visitas e um vai-e-vem muito grande. Talvez haja adolescentes entre os moradores, o que justificaria de maneira mais aparente a tendência festeira do ambiente, onde as pessoas gostam de conversar, beber algo, fumar... Mas também podem ser pessoas de espírito boêmio ou mesmo instável, a despeito da idade, a habitar o imóvel.

Residência 6 – Este é o imóvel perfeito para uma residência confortável, hospitaleira, com cara e jeito de lar. É naturalmente indicado para famílias, mas na verdade qualquer morador se sente bem num lar com este número – exceto aqueles que tenham sede de solidão e isolamento: embora não atraia relacionamentos divertidos e fúteis como a residência de tipo 5, por outro lado atrai, sim, alguns amigos mais íntimos, sem contar que geralmente abriga no mínimo um casal e um gato ou cachorro, raramente um indivíduo só.  

Residência 7 – Este imóvel tende a levar o proprietário ou inquilino a viver de maneira mais silenciosa, com mais concentração, talvez até mais solitariamente. É uma residência que traz muita inspiração e sabedoria, mas também ajuda a pessoa a desenvolver um senso crítico. Excelente para estudiosos, literatos, artistas ou religiosos. Costuma ser um lugar ventilado, mas se não for, é fundamental que sejam criadas condições para que o vento passe pela casa, do contrário a tendência a melancolia se acentuará. Pessoas com tendência a depressão devem evitar imóveis com este número.

Residência 8 – Esta é uma residência que acentua a boa ou má sorte de seus moradores. Sendo o 8 um agente do retorno da lei de causa e efeito, o imóvel marcado por este número oferece um efeito bumerangue energético que pode ser muito positivo para uns e verdadeiramente trágico para outros. São imóveis que tendem a “prender” o morador por muito tempo, ou seja, são poucas as mudanças ou temporadas curtas. Indicado a pessoas que trabalham bastante, que sejam ambiciosas e queiram morar por algum tempo no local, predispondo-se inclusive a fazer obras de melhoria.    

Residência 9 – Este imóvel confere grande mobilidade e mesmo afobação para o ambiente. Não é um local introspectivo, já que atrai grande fluxo de visitas ou pode ser que haja trabalho em casa. Como o movimento de pessoas é grande, não é um local tranquilo nem relaxante, sendo antes uma casa que acorda cedo e dorme tarde. Deve—se ter cuidado com a posição e o manejo do fogão e quaisquer instrumentos ou máquinas de fogo, pois a pressa inerente ao ambiente pode favorecer imprudências.

Residência 11 – Local que traz muita inspiração, e ajuda a ver, revelar ou perceber verdades essenciais e fundamentais que têm sido veladas ou ignoradas há muito tempo. Há grande tendência à manifestação de fenômenos ”sobrenaturais”, sobretudo se a casa ou apartamento situar—se próximo a algum rio, córrego ou riacho, ou mesmo do mar.

Residência 22 – Este ambiente favorece, para aqueles que por ventura sofram de inapetência ou acomodação, o surgimento de dificuldades que acabam se revelando verdadeiros instrumentos de crescimento e melhoramento pessoal. Para pessoas decididas a fixar residência por muitos anos, ou de preferência para a vida toda, este é o local perfeito sabendo-se que obras de ampliação e reformas do imóvel ocorrerão várias vezes.

ilustração tirada do site Dutch by Design: http://www.dutchbydesign.com/home-sweet-home-sugar-shaker


14/11/2013

Os números do destino de Adolf Hitler

Continuando a análise numerológica desse personagem histórico de triste lembrança que foi Adolf Hitler, vejamos agora seu Caminho do Destino (no post anterior analisamos seus números da personalidade).

ADOLF HITLER
(Político, ditador e assassino em massa)
Nome de registro: Adolf Hitler
Data de nascimento: 20 de abril de 1889

Personalidade Interior: 3
Personalidade Exterior: 8
Síntese da Personalidade: 11
Destino: 5 / Darma: 7/ Carma: 3
Primeiro Desafio Menor: 2
Segundo Desafio Menor: 4
Desafio Maior: 2

É sempre mais difícil abordar a numerologia de um personagem tão universalmente odiado como Adolf Hitler. Mas é importante, pois assim aprendemos a enxergar os números com menos maniqueísmo e mais abrangência.
É de chamar a atenção o fato de ele ter o número de Síntese 11. O número 11 é considerado indecifrável e misterioso, o que se aplica a Hitler: em muitos sentidos permanece uma incógnita como um homem tão caricatural e nitidamente desequilibrado possa ter chegado tão longe quanto ele. Mas vamos nos deter nos números do destino. O número do Destino em si é 5, que sugere uma vida de muitas viagens, contato com vários povos, muita atividade e inquietude, situações de rebeldia e disputa de poder, situações imprevisíveis e surpreendentes. Tudo isso obviamente se encaixa com a vida de um político/ditador que viajou muito, especialmente para invadir e conquistar terras, fazendo contato com esses povos no sentido de subjugá-los e destruí-los, naturalmente em meio à inquietude típica dos cargos que ele ocupou. Ele sem dúvida protagonizou muitas disputas de poder, sua vida basicamente se resumiu a isso a partir de certo ponto, e ele enfrentou muitos rebeldes até ser por fim derrotado. Também não se discute que seu percurso é marcado por reviravoltas imprevisíveis, como, por exemplo, a Batalha de Stalingrado na qual seu exército foi derrotado e que representou o início do fim para Hitler e o nazismo. Podemos citar também o fato de ele ter sobrevivido sem ferimentos graves a nada menos que quarenta e duas tentativas de assassinato, o que alimentou ideias de divindade em sua mente tortuosa. O Darma 7 sugere uma missão de natureza intelectual e espiritual, e de fato Hitler se considerava um enviado divino, e há varias teses sobre a influência de leituras ocultistas em seu pensamento naturalmente interpretadas por Hitler de acordo com sua ótica pessoal dos fatos e seres.

Uma das características de quem tem o número 8 na personalidade externa é que as pessoas tendem a confiar nelas por alguma razão. Um exterior 8 inspira confissões nos demais, que veem no 8 externo uma fonte de seriedade, justiça e imparcialidade. Isto certamente explica boa parte do carisma improvável de Hitler, além do Carma 3, no qual o dom comunicativo de 3 aparece com instrumento de cumprimento de sua missão. Também há de se notar a relação problemática de Hitler com as artes plásticas ele era um artista frustrado que foi recusado duas vezes pela Academia de Artes Plásticas de Viena. Como ele não chegou a viver para alcançar o Segundo Desafio Menor, seu único número de desafio foi mesmo 2, sugerindo um extremo desequilíbrio entre seu lado sensível e seu lado defensivo, gerando assim a personalidade autoritária que entrou para a história.


13/11/2013

A personalidade de Hitler segundo a numerologia

ADOLF HITLER
(Político, ditador e assassino em massa)
Nome de registro: Adolf Hitler
Data de nascimento: 20 de abril de 1889

1             6                               9                5           =   21/3
A    D    O    L    F           H    I    T    L    E    R   
      4             3    6            8          2    3           9    =   35/8

21 + 35 = 56/11
Personalidade Interior: 21/3
Personalidade Exterior: 35/8
Síntese da Personalidade:56/11

Não há como falar sobre Hitler sem causar algum tipo de polêmica ou desconforto. Mas é importante não analisarmos apenas a numerologia de políticos e celebridades comuns, e eu penso que antes escolher um vilão histórico de âmbito universal para análise do que alimentar a celebridade doentia de malfeitores e assassinos contemporâneos. Sendo assim, Hitler é a escolha perfeita, apesar de eu não desejar alimentar nenhum tipo de concepção equivocada sobre o número 11, que Hitler trazia na Síntese da Personalidade. Por ser símbolo de um arquétipo difícil, impopular, muitas vezes indecifrável, o número 11 pode ser tachado de “bizarro”, mas esta é uma visão simplista e, repito, equivocada. Sem dúvida Hitler exibia várias características e, vamos reconhecer, qualidades do número 11. Longe de mim fazer qualquer tipo de elegia a um personagem tão abjeto. Mas é preciso maturidade para reconhecer que ninguém chegaria tão longe quanto Hitler chegou se não tivesse qualidade, muitas qualidades, e especiais qualidades. Ele não era simpático, não era bonito, não demonstrava grandes talentos ou dons, mas tinha um misterioso carisma. É difícil apontar onde estava esse carisma, e é fácil reduzi-lo às circunstâncias, associando seu ódio pessoal por judeus e outros grupos ao trágico momento econômico da Alemanha. Mas o fato é que o carisma estava lá, e hipnotizou não só multidões de alemães, mas de outros povos também.
Outra característica forte do número 11 é sua intuição assombrosa. Se o carisma e o senso de estratégia de Hitler são muito discutíveis, apenas sua poderosa intuição poderia explicar como conseguiu ganhar tantas batalhas e se manter no poder por tanto tempo enquanto cometia as atrocidades que cometeu.
A Personalidade Interior 3 indica a natureza emocional infantil de Hitler e até certo ponto explica seu raciocínio muitas vezes reducionista (culpar os judeus por todos os problemas da sociedade é, além de injusto, sobretudo simplório), além de enfatizar seu gosto por artes e comunicações. Durante a juventude, Hitler viveu uma fase boêmia, quando queria ser pintor, chegando até a vender algumas aquarelas. Foi, contudo, rejeitado duas vezes pela Academia de Belas Artes de Viena: foi considerado inepto para as artes plásticas e aconselhado a cursar arquitetura.

O número 8 na Personalidade Exterior indica alguém que inspira confiança, seriedade e justiça. A imagem pública do político Adolf Hitler foi construída sobre a sede de justiça (leia-se vingança) do povo alemão, massacrado após a derrota na Primeira Guerra. Ao eleger os judeus, alvo fácil, como culpados pelas desditas do povo germânico, Hitler imbuiu-se de uma aura de justiceiro, de salvador da pátria. E assim se desenvolveu o nazismo, fenômeno político carregado de fanatismo comparável ao dos cultos e superstições mais delirantes.