14 de jul de 2011

2º Fórum Nacional de Tarô e Simbologia

No dia 27 de agosto estarei no 2º Fórum Nacional de Tarô e Simbologia debatendo o tarô com colegas e estudiosos. O fórum desta vez será no Rio de Janeiro (o anterior foi em São Paulo), e os ingressos já estão à venda. Não haverá ingressos para vender no dia e local do evento. Programação abaixo.

2º Fórum Nacional de Tarô e Simbologia             Universidade Candido Mendes - Rio de Janeiro/RJ            27 de agosto de 2011 (sábado) das 10hs às 19hs

Tema: Qual o futuro do tarô no Brasil?
Com o objetivo de compartilhar experiências sobre a atividade do tarólogo, o fórum deseja reunir aqueles que anseiam conhecer melhor os caminhos do tarô em nosso país. O evento contará com renomados profissionais expondo as diversas formas de estudo (cabala, mitologia, simbologia) e de consulta (previsão, orientação, autoconhecimento). Também será abordado durante o evento o atendimento virtual e os cursos online, bem como as normas criadas pelo Ministério do Trabalho no reconhecimento da classe.
Investimento: R$85,00 - VAGAS LIMITADAS
Certificado de Participação
As inscrições se encerram dia 19 de agosto 
NÃO será vendido no dia do evento.

Inscrições pela Internet AQUI

PARTICIPANTES

Ordem de apresentação:

Gian Schmid
(Petrópolis/RJ) (Mediador - tema 1) ENSINO: Por que tanta pluralidade na instrução do tarô: cabala, numerologia, mitologia e simbologia? Tanto conhecimento ajuda ou atrapalha o profissional ou o estudante?

Anna Maria Costa Ribeiro (Rio de Janeiro/RJ)
Giselle Moniz (Rio de Janeiro/RJ)
Prem Mangla (Rio de Janeiro/RJ)
Yedda Paranhos 
(Rio de Janeiro/RJ)

Vera Crystina 
(São Paulo/SP) (Mediador - tema 2) CONSULTA: Podemos classificar uma consulta de tarô como adivinhação ou autoconhecimento? É possível o cliente mudar o destino com qualquer informação do tarô?

Johann Heyss (Rio de Janeiro/RJ) 
Pedro Camargo (Rio de Janeiro/RJ)
Raquel de Carvalho (Rio de Janeiro/RJ)
Tova Sender 
(Rio de Janeiro/RJ)

Alexander Lepletier (Rio de Janeiro/RJ (Mediador - tema 3) PROFISSÃO: O que um tarólogo pensa ou sente durante uma consulta? Quais seus receios e objetivos durante a revelação oracular? O que ele deseja do futuro profissional?

Adriana Kastrup (Rio de Janeiro/RJ)
Eloisa Gebara (Rio de Janeiro/RJ)
Glória Britho (Rio de Janeiro/RJ)
Graça Colombin (Niterói/RJ)
Nei Naiff (Rio de Janeiro/RJ)

Minipalestras:
Qual o futuro do tarô no Brasil?
(abertura / mesa 1)
Blog, Orkut e FacebooK: o caos no ensino do tarô.
(abertura/mesa 2) 
Tarólogos: direitos e deveres na CBO 5168-05.
(abertura/mesa 3)

Nenhum comentário:

Postar um comentário